302015out

Estudos revelam que o risco de um ataque cardíaco não depende só de colesterol alto, cigarro e sedentarismo. De pastilhas efervescentes a vizinhança barulhenta, investigamos quais são os novos candidatos a inimigos declarados do peito.

Via Revista Saúde