172017abr
Amar faz bem ao corpo e à mente

Você está sozinho ou sozinha na vida? Então se observe, veja como está sua saúde, sua motivação.

Pense que talvez o melhor tratamento de saúde que você pode ter é amar alguém, e parta para a terapia, porque amar faz bem ao corpo, à mente, à saúde dos que estão na sua volta, dos colegas de trabalho, e de todos os que, de alguma forma se relacionam com você e podem sentir, indiretamente, os benefícios do amor na sua vida.

Segundo especialistas, o ato de amar reduz o estresse, a ansiedade e a depressão. Este trio resulta em problemas no coração e derrame, causadores de uma em cada três mortes no mundo, com números seis vezes superiores às mortes por AIDS no planeta.

O amor compartilhado libera a endorfina, substância que proporciona sensação de bem-estar, prazer e alegria no organismo, controla a ansiedade e estresse e reduz o risco de depressão, que são pratos cheios para as doenças cardíacas.

Os médicos ainda reforçam que amar faz bem explicando que a felicidade e o prazer estimulam os hormônios e eliminam toxinas nocivas à saúde, ou seja, amar e ser amado proporciona o equilíbrio bioquímico do organismo.

Estudos apontam que uma pessoa que ama é mais cuidadosa consigo mesma; tem mais disposição para a prática de exercícios físicos, que auxiliam na prevenção das doenças cardiovasculares. É também um incentivo para cuidar da saúde e ir ao médico regularmente.